21 de janeiro de 2015

"Minha vida, meus mortos, meus caminhos tortos"




"Je vous souhaite enfin de ne jamais renoncer à la recherche, à l'aventure, à la vie, à l'amour, car la vie est une magnifique aventure et nul de raisonnable ne doit y renoncer sans livrer une rude bataille. Je vous souhaite surtout d'être vous, fier de l'être et heureux, car le bonheur est notre destin véritable"

Jacques Brel

Um dos meus maiores sonhos é conhecer Paris e iria realizar este sonho em 2015, mais precisamente em Junho. Iria passar meu aniversário de 30 anos comemorando pertinho de Eiffel. 
MAS a vida é uma caixinha de surpresa, já nos ensinou o "velho bordão"! 
Com o acidente, tudo mudou e os meus planos não poderão ser concretizados. A vida está exigindo muita coragem para não me desanimar e desistir de tudo. TUDO. Não perdi a vida, entretanto um pouco de mim, morreu. 


Ainda carrego a parte morta comigo e dói muito. Dói o corpo e dói na alma também. Eu sei que alguns desses sonhos poderei realizá-los depois, mas outros não pois a oportunidade passou. Já há outras pessoas na obra que seria "a obra da minha vida", na cidade perfeita! Assim como o dia 13/12/2014 que seria um dia incrível e especial, não pude estar onde queria, nem com quem queria.

Apesar da gratidão por estar viva e não ficar com sequelas permanentes, me sinto triste e desesperançosa. Sinto saudade da minha vida e da pessoa que eu era, dos meus sonhos e amores. Mesmo fraturada, dolorida e dilacerada, estou me esforçando para me recuperar logo e poder seguir meu caminho, seja ele inédito ou conhecido.

"Por fim, espero que você nunca desista da busca, da aventura, da vida, do amor, porque a vida é uma grande viagem e ninguém consciente deveria desistir sem antes lutar uma dura batalha. Eu particularmente gostaria que você se sentisse orgulhoso e feliz, porque a felicidade é o nosso verdadeiro destino." 
(Tradução livre da frase que inicia esta postagem)

0 andarilhos:

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design