25 de dezembro de 2014

Sonho bonito



carta 4

Então é Natal, o ano está quase chegando ao fim. Não sei como está teu pai, tua irmã ou teu cachorro bagunceiro. Também não sei se foi reconhecido e promovido na agência, assim como não sei se conseguiu uma banda legal para tocar. Não sei se mantém a barba ou se trocou de perfume. 

De mim quase tudo mudou. Nem tudo por opção própria. Um acidente pode transformar a vida da gente. Na verdade, pouco posso afirmar sobre mim... ultimamente tudo é confuso. A transmutação acontece todos os dias, os ossos quebrados, a pele rasgada e o coração esmagado.

Quis escrever para reafirmar minha admiração e para dizer que só guardo boas memórias de ti. Obrigada por ter feito parte dos meus dias, lembrarei sempre com carinho pois você sempre me adoçou, mesmo sabendo que eu era uma cilada pra ti. Feliz ano novo,  que todos os dias tu sorria. Adeus novamente, meu bem.
Por Camila Blopes

0 andarilhos:

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design