13 de novembro de 2013

Controvérsia


Você me diz que te tenho na mão, que nunca foi de alguém como é meu
Me chama de rainha e fala sobre o que sente
Me entrego, te entrego: meu coração é seu
Sou explicita, sou intensa mas não te sinto, não te vejo.

Você não demonstra, continua distante
Me deixa insegura e não se mostra disposto
Me sinto triste, constato que continuo a ser sozinha
Sou carente, estou carente de você

Eu reclamo, espero você entender
Você se cala, não entende
Te ligo e você não me atende

Você não vem, não me compreende
Te peço socorro!
Mas você não vem, continua distante...
Por Camila Blopes

0 andarilhos:

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design