3 de dezembro de 2010

[das resenhas antigas...]


O que me deixa feliz é ver o sol da tarde indo embora. Na frente do meu serviço tem uma árvore (se não me engano uma Aroeira) muito bonita e sempre quando olho pra ela sinto uma paz que me deixa muito feliz. O cheirinho de café quente, também é algo que me deixa contente, é como se eu participasse de algum comercial de tv, como "Dona Benta" ou " Qually”... é divertida essa sensação.


Fico feliz quando meu coração encontra motivos para ainda acreditar e sonhar... Alias, eu acho que vivo de sonhos. Pinto a realidade com cores que gosto para o mundo parecer mais feliz. Fico feliz ao ver girassóis, tão amarelos reluzentes com o sol, e quando vejo os olhos de minha mãe. Fico feliz ao sentar com minha amiga no banco da praça e ouvir como foi o dia dela e depois lhe contar foi o meu.



Eu gosto de ver a vida de um modo otimista. Algumas pessoas me recriminam outras acham sarcástico alguém que consegue ver o lado bom nas coisas ruins.A minha forma de ver as coisas é buscando sempre o lado bom de tudo, isso me faz ser feliz! Gosto de fazer as pessoas sorrirem (acho que na outra reencarnação fui um palhaço =X ) Gosto de ligar para os outros e ver que surpreendi...Sou feliz na simplicidade. Sorrisos só me deixam mais rico, assim como comida me deixa mais cheio, assim como a água me deixa com menos sede. Nada que seja tão material me deixa feliz... o que me preenche é abstrato, são sentimentos.



Eu gosto de ser surpreendida positivamente. Gosto muito mesmo de surpresas! Gosto de morrer de alegria, de entusiasmo. Gosto de imaginação, metáforas reais, histórias e contos de fadas. Não fico feliz com o pouco, com o incompleto, com os restos. Fico feliz com o que é intenso, com o que é puro, que é exclusivo. Mas sou daquelas moças sonhadoras, sou alguém que fica intensamente feliz em andar de mãos dadas com quem amo, de dividir um saquinho de pipoca depois da missa e que se sente uma princesa quando ganha flores, seja um buquê de rosas ou uma única margarida roubada do jardim do vizinho.



Sou do tipo de cara que vive intensamente cada minuto. E viver assim me deixa feliz em excesso. E isso me completa. Gosto de roubar flores e serenatas de amor... Quando eu amo, eu amo!Eu sei que eu canto mal... mas me faz feliz achar que sou uma versão de Susan Boyle masculina (e logicamente mais bonita – me senti!)Eu sou feliz e tudo me faz feliz.



Gosto de estar com ladrões de flores e cantores desafinados.Ser feliz é sonhar que um dia receberei flores e serenatas, mesmo que fora de tom e sem violoncelo ao fundo. É acreditar no impossível, ter fé, sempre.Ser feliz é ter em nossa vida alguém que gostamos, mesmo sem termo denominativo (oi de onde tirei isso?) e mesmo que ninguém queira inventar, essa pessoa será sempre o que é em nossa vida, alma e coração.


Por Gustavo Fernandes
& Camila Blopes

5 andarilhos:

Adriano DiCarvalho disse...

Adorei o post! Muito bom!

Parabéns aos dois.

Anônimo disse...

ainda bem que é antigo.
nem falo nada senhorita Cami

Cαmilα ♥ disse...

Obrigada aos dois
xD

E sim, é muito muito antigo.


BeijOcas

Daniel Savio disse...

Pelo jeito, alguém foi surpreendida ao ser chamada para fazer este post...

Fique com Deus, menina Camila Blopes.
Um abraço.

Cαmilα ♥ disse...

Verdade, mas faz bem tempo isso!
;D
É das antigas

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design