7 de agosto de 2008

O Amor tem explicação? - Parte III

Ana e Renato continuavam se conhecendo... conversando cada dia mais...
Percebeu que ele não era do tipo que precisa de alguém que infle seu ego, era franco demais para isso! Tão franco que chegava a doer (literalmente). E sentiu vergonha por um dia ter pensando o contrário.
“Ainda bem que nunca disse nada disso a ele...”
Mas houve um tempo que ele se fez distante... ela decidiu não cobrar atenção dele, pois achava que ele tinha querer dar atenção a ela, não ela quem tinha que pedir.
Já Renato achava que Ana estava envolvida com alguma atividade que estava ocupando seu tempo pois ela não falou nada sobre falta de atenção.
A menina já não estava tão contente com a relação deles... ultimamente ela estava ficando mais triste que feliz, achava (mas com a certeza dela) que Renato queria se afastar dela. Minhocas e monstros atormentavam sua mente.
Ana sempre foi uma terrorista sentimental, nunca imaginava coisas boas... apensa coisas negativas!
Renato sentia triste por Ana estar se afastando, queria saber o motivo... mas tinha tanto trabalho que sempre adiava a conversa.
Ele adiou... mas sempre pensava nela.
“Tenho que conversar com minha teimosa... ela anda tão sumida! Sinto tanta falta dela... o que será que está havendo?”
Ela se afastou... mas sempre pensava nele.
“Como é ruim ficar longe do meu Príncipe... mas tenho que me acostumar... ele nem lembra que eu existo mesmo.”
Até que um dia eles conversaram. Tiveram mesmo uma discução de relacionamento (famosa D.R.) e resolveram que era melhor não continuar com o relacionamento deles (não sei qual nome usar para descrever o tipo de relação que eles matinham).
Ambos ficaram arrasados! Por mais que Ana quisesse tentar... Renato não queria! Tinha medo. Não queria sofrer.
A menina ficou tão triste e desnorteada e correu para conversar com sua melhor amiga, Paula. Vendo a situação de Ana e por ter acompanhado toda história desde o início Paula teve certeza que tudo não poderia terminar assim! Decidiram juntas ir para a cidade de Renato para conversar pessoalmente com ele. Estava quase tudo pronto, iria ir no outro dia a tarde, quando ela leu um e-mail dele... que a fez desistir.
Ana não era mais Ana... não mais depois de ter sido completa com Renato.
Os dias pareciam anos sem seu Príncipe, que apesar de estar longe era muito presente em sua vida!
Ela estava incompleta...

Por Camila F.

*** O final será postado amanhã!***

31 andarilhos:

LindaRê disse...

Vou só ficar esperando o happy end!

Bjs~~

disse...

Aaaaaa meninaaaa!
as mulheres sempre sofrem mais nessa situação né!
Eles sofrem sim mas não o tanto quanto nós1

TO ADORANDOOO

Kêco disse...

eu ia esperar o final da história pra comentar,mas está muito bom que nao esperei...rs
Você já lançou livro?..rs

sobre o seu comment no meu blog,eu gosto desse silêncio da madrugada,sim..rs..mas inspiração não tem hora.
Beijo
T+
Kêco

mOnI disse...

to ansiosa para o final.. espero q seja feliz.. rs..
beijos

marden disse...

Teríamos um final "esperado", com os dois juntinhos e felizes?!
...Um mais "real" com os dois separados e duvidosos?!
Ou outros em que veremos a perspicácia da nossa autora?!

E esperar pra ler, né.
abraço

Camila disse...

Rê ainda estou descubrindo o final da história!

Cá... ainda maisa as que são "terroristas sentimentais!"

Kêco... vc é um fofo!

Moni ainda não sei como será!

Marden... eu sinceramente quero um final feliz! TRisteza já basta na vida real! Quanto o inesperado... pode esperar!

Beijos
=)

:: Fatima :: disse...

To adorando a historia(:
Vou esperar o fim para fazer um comentario sobre a historia!
Tenha um otimo fds...

Bjinhos

=^.^=

Carol disse...

Eu tô achando que essa história é meio real... será?

Humpf... deixa o tal Sr Intelectualizado aparecer de novo, eu te defendo!!! rsrsrsrs


Beijocas

Max Psycho disse...

Nossa agora até eu estou curioso para saber o final, e olha que não sou muito ligado nesta coisa de AMOR ein, estamos aqui ansiosos (eu e pelo jeito varios outros leitores heheheh) bjus sua malvada (pois deixa a gente na angustia, esperando hahahah)

Camila disse...

Fátimaaaaaa que bom que está gostando! Logo logo terá o desfecho desses dois!

Carol eu tbm acho!

Max... so malvada naum! É que estou escrevendo a história ainda!

Beijos
=)

marden disse...

...na boa?! falta uma terceira pessoa aí, ó!
Tipo uma prima da Ana, que o renato pegou ha tempos e que é melhor na cama e muitíssimo mais interessante que ela!

Que tal, escritora?

Tire os dois dessa ladainha de sentimentalismo barato e previsível (nada a ver com seu enredo, hein!)e mexa com a cabeça dos leitores, moça...

qualquer coisa tamo aí... rs

bj


Ps. cadê o anônimo?

Mony disse...

final final...
ai ai ..

beijos

Camilla disse...

Quero ver o finaaaaal...

Mas pela minha experiência, posso dizer que o amor não tem explicação não. E olha que eu já tentei encontrar várias vezes e nada!!

Beijos Xará querida

Dany disse...

espero que vc diga direitinho pra gente o que havia no email que fez ana desistir de ir vê-lo!
Bjs

Camila Colossi disse...

*--------*
essa historiaa taah ficando lindaaaaaa ^^
continuee xd


http://imensidadx3.blogspot.com/

Varda disse...

toh doida p; ler o final
*-*

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Outra que nos deixa suspensas no ar, argh!
Camilinha das mil faces, uma foto mais linda do que a outra, fiz um post sobre um filme que considero bastante feminino. Apareça aqui:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Não há ponto depois de www
Um beijo,
Renata

Dois Rios disse...

Ai, meu Deus!

Fiquei curiosa!

Isso não se faz, rss...

Beijo,

Ana Rita disse...

Quero esse final...
Preciso dele...





Bom fim-de-semana! ** :)

Ana Rita disse...

:O

Acabei de ver que tens um link para o meu blogue no teu...

Obrigada Camila! :')

Beijo

TOOP disse...

um final feliz....
please!

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Quem inventou o amor???
Na verdade, o amor inventou a nós...
Lindo!
*esperando o final*

beijos lindaaaaa

Santhiago Ramirez disse...

Lindo! Você me fez lembrar o episódio de Inês de Castro, em "Os Lusíadas", no trecho em que Camões, relatando em decassílabos heróicos um fato real, diz:
"De teu príncipe ali te respondiam/
As lembranças que na alma lhe moravam,/
Que sempre ante seus olhos te traziam,/
Quando dos teus fermosos se apartavam;/
De noite, em doces sonhos que mentiam,/
De dia, em pensamentos que voavam,/
E quanto enfim cuidava e quanto via/
Eram tudo memórias de alegria."
Beijos carinhosos do Thiago

Nadezhda disse...

Espero que tenha um final feliz! (Pois a vida anda cheia de histórias tristes).

;)

Alex Alves disse...

Uau! :)
Isso aqui está melhor do que a novela das oito!
Tô doido pra chegar o próximo capítulo! :)
Beijãoooo!

Confissões de Um Ego disse...

o suspense me corroe....

enquanto isso....tem presente pra ti no meu blog....olhei aqui e nao vi se ja tiver me perdoe ta bom???

Tamara Mayfair disse...

Parece que estou lendo minha própria história! O.o
Só espero que tenha um desfecho diferente, e um "happy end" =D
Aguardando ansiosíssima pelo final! *.*

Camila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camila disse...

Genteeeee
Brigadão pelos comentários! Postarei jajá o final! Super beijo e boa semana a todos.

Ps. Marden não aceito mais comentáios anônimos em meus Caminhos pq fico muito curiosa para saber quem é... daí bloquei para evitar q eu fique assim. =p

paula barros disse...

Camila
Uma história contada com muito sentimento. Onde podemos perceber as dúvidas, os receios, os fantasmas que se fazem presente em muitas histórias de amor. Onde é preciso muita sinceridade, diálogo e disponibilidade para buscarem o entendimento.
Quantas vezes somos Renato ou quantas vezes somos Ana nos nossos relacionamentos?
abraços

Camila disse...

Acho que estou sendo Ana, viu!
Beijo Paula!
=**

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design