8 de dezembro de 2015

Sobre o que passa e o que fica

Carta 1

Querido moço do passado,

Espero encontrá-lo bem e barbudo. Sei que agora gosta de cultivar tua barba macia, que eu sempre gostei. Fiquei feliz em saber. Juro! Mesmo que não seja mais para mim, você fica um espetáculo com barba, acredite!

Bom, te escrevo para não te deixar morrer em minha memória. Neste ano não nos falamos, apenas nos comunicamos em silêncio. Eu estou melhor, quase recuperada. Ou nem tanto assim, ainda preciso de outra cirurgia, mas não é nada grave. Continuo na mesma empresa que me trouxe para o Sul, agora com outras pessoas. No começo não foi fácil, entretanto tudo acaba se ajeitando, né?!

Gostaria de saber como estão seus pais, sinto saudade deles. Gostava muito das histórias do seu pai e de jogar canastra com sua mãe. Há lembranças que jamais vão embora. As pessoas podem ir, na verdade, as pessoas sempre vão embora, mas as lembranças boas ficam. De ti, guardo apenas as boas recordações e o imã de geladeira. 

Vários dias, semanas, meses e anos se passaram... Parece até que foi em outra vida. E acho que era mesmo. Hoje estamos tão diferentes. Mudanças. Tempo. Sofrimento. Perdas. Alegrias. Surpresas. Amores. Ciladas... Muita coisa, não é mesmo? A vida acontece. Sempre seguimos, de um jeito ou de outro. Enfim... passou. 

Quero deseja um excelente 2016 para você e sua família. Que o destino lhe reserve apenas surpresas boas. Que você continue na busca de suas realizações e que consiga o que almeja. Muita sorte, discernimento e amor! Um abraço apertado.


Com carinho,
Camila Blopes

0 andarilhos:

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design