25 de novembro de 2014

Agoras


Sabe, ando tentando controlar minha ansiedade, essa minha pressa de chegar o "pra sempre". Eu realmente sei que tudo muda, das estações aos desejos e provavelmente o "pra sempre" é feito de "agoras" e não de "sempres". É, na teoria é bem mais fácil, com certeza. Agora, só agora, talvez eu consiga entender. Mas agora, já não sei mais. Controverso, confuso e um pouco dolorido tudo isso, mas não me importo. Quer dizer, me importo. Mas só agora...

Olha, o que eu quero dizer é que estou vazia. Esgotada. Sem carregar nada. Nem sonhos, nem decepções. Ainda tenho pressa. Porém, não estou afim de correr, aliás, não sei, nem consigo correr. Calma, também não precisa me buscar. Eu irei. Devagar, eu acho. Não quero tropeçar novamente e me ralar e sagrar. Não deixarei de viajar, você sabe. Mas nessas minhas andanças irei te encontrar. Irei sentir teus braços tatuados apertando meu corpo em um caloroso abraço. Irei ver todas tuas cores de pertinho. Irei me esquecer do resto do mundo quando ver o sol do teu sorriso. Irei ser piegas, melosa, romântica e tua. Naqueles momentos, naqueles "agoras", seremos para "sempre", estaremos para sempre juntos. E eu não me importo, desde que seja, aconteça, vivamos... Agora, só "agoras".

Por Camila Blopes

0 andarilhos:

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design