24 de junho de 2013

Vinte e oito

"Numa mistura de loucura e lucidez, vou viajando e me perdendo em ilusão. 
Será que esse momento é insensatez? Uma overdose em meu coração..." 


Outro dia queria muito fazer dezoito anos e agora já tenho vinte e oito. Se a vida começa aos trinta, eu não sei. Tenho certeza que quero ser uma pessoa melhor e agora sinto isso mais do que nunca. Semana passada foi meu aniversário, completei vinte e oito invernos bem vividos, não me arrependo de quase nada que fiz, mas arrependo de algumas coisas que não fiz devido a falta de coragem. Com o passar do tempo vamos aprendendo a contornar adversidades e aceitar as pancadas da vida com mais coragem e sensatez, aquele sentimento de desespero é substituído por algo mais sereno... As decisões ficam mais racionais e aquelas 'tragédias' de outrora tornam-se apenas acontecimentos imprevistos. Ficar velha, traz rugas e também traz experiência. Ainda tenho muito a aprender, preciso abandonar alguns hábitos e adotar outros. Sei que estou no caminho certo, entretanto preciso de força, preciso de motivação. Novamente estou com sede de mudança. E sempre que essa sede aparece, coisas boas acontecem!  Estou ansiosa, estou emocionada! Que o universo esteja a meu favor! E como diz aquela canção: "Eu tô ficando velha, eu tô ficando louca"!
Por Camila Blopes

0 andarilhos:

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design