23 de maio de 2012

'mas é claro que o sol vai voltar outra vez'


Ultimamente a vida está me batendo muito. Tanta confusão aqui dentro que nem sei por onde me achar... Estou dormindo mal, é uma mistura de insônia com sucessão de pesadelos. Acordo cansada e cada dia mais sozinha. Nada nem ninguém me dá colo.

Feito uma criança mimada exijo que me dêem o que eu quero e se não me dão eu fujo. Corro e tento esconder de minhas escolhas. Entretanto sempre sou encontrada e obrigada a aceitar essas verdades dolorosas que a vida cospe na cara da gente que tanto dói e quase nos enlouquece.

Resisto... Eu não conformo. Eu vomito. Não aceito! Mas me respeite. Eu não sei aonde vou chegar, eu não sou daqui, mas moro ali. Também não sei nada sobre o tempo e nem se irei continuar gostando como eu gosto, hoje. Amanhã sou outra. Outro rio. Chuva sem abrigo. Crença em fantasma.

É que às vezes, só às vezes, eu te engulo só pelo prazer de vomitá-lo e dizer que você é indigesto e que não me faz bem. Largo em teu peito minha vontade e você não a abraça, você a joga pelo ar. Culpada! Culpado! Inocentes! Deixa, deixa... Eu posso suportar. Sempre sobrevivo ao amanhã, eu invento se for preciso. Eu não morro de amor, pode acreditar.
 Por Camila Blopes

2 andarilhos:

Juliana Lira disse...

É... A gente sobrevive. calma que logo os pesadelos vao embora.

Milhoes de beijos

Camila disse...

Vão sim... o sol volta =)

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design