7 de agosto de 2010

Agosto



Nas primeiras horas do mês conversamos. Nada muito sério, nada muito legal. Falávamos sem dizer nada.
Ele me convidou para ir a casa dele, eu disse que não. Eu o convidei para vir a minha casa, ele disse que não.
Depois de outras palavras sem nexo, ele se despediu e disse que logo chegaria.
Algum tempo depois o interfone tocou. Ouvi a voz rouca que só ele tem. Ansiosa controlava sua chegada atráves do barulho do elevador.
Plin! - Ai, ele chegou!
Abri a porta e o esperei com um doce sorriso.
Ele me abraçou e com uma cara de criança levada mostrou as duas taças e uma champagne que escondia ardilmente.
Sorri mais ainda. Achei piegas, mas achei fofo.
Sentamo-nos no sofá e conversamos sobre nossas vidas! Sobre o final de semana. Sobre como estávamos bem ali, naquele momento.
Ele fez uma piada, me fez afundar no sofá de tanto rir. Quando dei por mim estava com meu rosto bem próximo no dele. Eu não me aproximei. Ele não se aproximou. Me segurei. Ele se segurava. Segundos nos encarando. Então ele me abraçou e me puxou para si.
E então tudo fluiu como água morro abaixo. Foi minha cena bonita de novela, meio lasciva, confesso...

Por Camila Blopes

9 andarilhos:

VELOSO disse...

Todos nós merecemos cenas de novelas em nossas vidas!
Belo texto!

Hod disse...

Um ponto de partida com prazer para uma noite lassiva ou não.
Houve satisfação.

Bom Domingo festivo CAmila.

Beijo pra vc.

Daniel Savio disse...

Saudades é um sentimentos tão perigoso as vezes, pois faz esquecer tantas coisas...

Fique com Deus, menina Camila Blopes.
Um abraço.

Paula Barros disse...

Um conto que o enredo nos prende, e sem dizer tudo, nos prende mais ainda, porque ficamos curiosos, porque ficamos imaginando, porque ficamos inventando.

abraço

Erica Ferro disse...

É bonito quando a coisa flui naturalmente, sem pressa ou esforços...

Bonito mesmo.

Beijo. ;)

Luciana Brito disse...

Fluir naturalmente é a melhor coisa que pode acontecer... parece que fica tudo mais doce e eterno.

Ain, que vontade de uma cena de novela agora kkkkk

Beijão amada quiamo!

Vítor Palmeiras disse...

O piegas é qse sempre fofo né?

Eu me acho piegas as vezes, tanto que tenho que frear certas atitudes que vão ultrapassar os limites da "pieguice".

Bom voltar aqui!

Bjos

Cαmilα ♥ disse...

Obrigada a todos pelos comentários!
beijOcas

Tatá R. da S. disse...

Atoron cenas de cinemas/ filmes e cia.
Acho que certos momentos deixam muita novela e filme no chinelo.
Todos merecem pelo menos 1 na vida. *-*
É aquele momento que marca e se torna uma lembrança feliz.
Beijos, ciumentinha! <3

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design