22 de dezembro de 2010

Sobras


Quando vejo a Camila refletida no espelho
Vejo cores tristes sem o tom vermelho
Foge o riso e esqueço seu conselho
O som que emito é como um relho

Sobra aqui, sobra ali
Há Camila demais por aqui
Parece que sou apenas um croqui
E nem estou fazendo charme pra ti

Fecho os olhos e sigo a vida
Doce ou amarga depende da pedida
A Camila não pode ser definida
Sou daquelas que compram passagem só de ida
Por Camila Blopes
Texto antigo
Escrito em 11 de Fevereiro de 2009

5 andarilhos:

HSLO disse...

Bonito texto Camila.

Te desejo um Feliz Natal de muita alegria.


abraços
de luz e paz

Luciana Brito disse...

Comecei a ler e tomei um susto que só passou quando vi a data do texto. Ainda bem que é antigo.

Beijo, amada! E ótimo natal pra ti.

Daniel Savio disse...

Talvez não definida, mas sim sentinda por aqueles que ela ama e se liga, não é?

Fique com Deus, menina Camila Blopes.
Um abraço.

Anônimo disse...

Mas sempre volta!

Cαmilα ♥ disse...

Super beijos a todos
Obrigada pelos comentários.
xD

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design