27 de janeiro de 2009

Café, letras e descobertas

Acho que é tarde o sol se pôs
A lua deve estar lá fora
Eu aqui não sei a hora

A vontade de dormi não apareceu
Estou com medo de sonhar
Prefiro uma música escutar

Fiz um café fraco e doce
Peguei uma folha escrita
E nela falava algo sobre britas*

Deve ser um ensaio de material
Forcei-me um pouco para perceber
Sorri sozinha e a guardei para não perder

Procurei outra folha, outra leitura
Comecei a ler e me deparei
Era um poema que outrora deixei

Ele estava sem fim
Eu me dispus a tentar terminá-lo
Mas foi impossível, ainda não deixei de amá-lo

Por Camila Blopes
* Caso real, havia pego uma página do meu relátorio de materiais da obra.

31 andarilhos:

Bandys disse...

Camila,

As poetisas não pensam com o cerebro pelo menos eu acho.rsrs
Daí vem a inteligencia..será??

Beijos

Luíza Maria Hollanda de Mello disse...

lembra de mim? vc comentava no meu antigo blog
vim te falar q eu mudei de endereço
o lulymello.blogspot.com
agora funciona no fala-sede.blogspot.com
te convido a tomar um “cha na minha casa nova...” lógico que pode ser uma cervejinha
ihihihih


quanto ao post, que agunia é ter um sentimento que nao se consegue livrar nem descrever, ne? em td caso as palavras sao lindas

um beiiiiiiiiiiiiijo

Fernanda disse...

que lindo,vc é otima escrevendo textos,mas é melhor ainda escrevendo poemas.

Dri~ disse...

^---^~ Otimo ler aki! ...
Moça! otimo texto!
Grande Abraço!

Vanessa disse...

Que coisa mais linda!

Verônica disse...

Já fiz intermináveis poemas, ou melhor até agora estou fazendo, tudo o que meu coração quer dizer, pego um papel e simplesmente escrevo, choro, medito e depois guardo...
agora ele tá meio calado...

Gabi disse...

belíssimo
que bom que conseguiste entrar no meu novo blog ^^

bjão
www.pirofagia.wordpress.com

Tempestade disse...

Tudo na vida está inacabado...
Essa é a essência dela, a possibilidade de a reconstruírmos a cada pôr do sol!

Beijos Tempestuosos!

paula barros disse...

Encontro vários desses, pelo quarto, no computador, na agenda...amores inacabados.

Mas encontro de sonhos para realizar, de vida para viver.

Isso me motiva a continuar todo dia.

Um belo poema, sempre.

beijos

Maldita Futebol Clube disse...

Doce e lindacamila, esse seu blog me produz sensações de calma e paz, baseadas no lirismo poético da sua literatura refinada. sua poesia amada reflete esses sentimento a todos e é muito bom receber esse carinho. Obrigado. beijos leandro

filipa disse...

Há "poemas" na nossa vida que por muito que queiramos empregar um ponto final, aparece sempre uma vírgula ou reticências...


Maior beijo *

Renata disse...

E camila! Vim conhecer seu cantinho! E me deparei com mais uma blogueira(o) sofrendo por amor...será que isso é mal de blogueiro?rs... Espero que o ponto final venha suavemente...

bjos!

tico litlle disse...

troca britas por biritas...ajuda!

Max Psycho disse...

muito bom o poema gata, adorei a métrica e o tema em si, bjus e tudo de bom meu anjo lindo

•.¸¸.ஐBruneLLa Tigress disse...

Ah, vir aqui enche os olhos e a alma!

beijos e borboleteios Cah

Noé disse...

A vontade de dormir não aconteceu
Estou no meio do sonhar
Prefiro uma musa espreitar!

Nadezhda disse...

"Sorri sozinha e a guardei para não perder"

O verso é muito bonito, mas mais bonito ainda é imaginar ;)

Lua Durand disse...

bonito como escreve, parece até meio musical!

cheiro, lua.

Mandy disse...

Lindooooooo

adoro tudo q vc escreve linda!!!

^^

BjO.

Varda disse...

Oun,que lindo Camila..

*tem uma coisa no blog p/ vc*

O Profeta disse...

A terra adormece no nevoeiro
Tenho a pressa do vento
Um coração errante procura
A doçura de terno momento

Frágil e palpitante luz
A beleza voa com a manhã
O mar solta na terra ternos murmúrios
Perde-se na espuma toda a palavra vã


Dança comigo ao som da Lira


Boa semana


Mágico beijo

Marcos Valerio disse...

Esses relatórios tiram o sono sempre, que bom que te trouxe inspiração! Obrigado pela visita ao meu bloguinho e pelo comentário.

Salve Jorge disse...

Pra que ponto final.
Se existem reticências...
Nem tudo é notícia de jornal
Ou atende às nossas conveniências
Melhor deixar interminada a sequência
Do que fazer um mero fecho formal...

Max Psycho disse...

Camilinha do meu coração, aquele arquivo é uma foto do possivel filme, realmente não abre, bjus meu anjo e obrigado por ter este carinho para com meu blog

@line-;-- disse...

Oi, tem meme pra ti no orquidario!

bjm, dpois passo p ler o texto.

Candy disse...

Enquanto eu tenho tentado dormir o máximo possivel pra nao sentir tudo oq tenho sentido...

*lindo,viu?
;)

beijoo

Gabriel disse...

Se deixar de amar for a condição para terminar, que seja eterno! :)

bjs!

✰тєcα✰ disse...

Cá adoro o que tu escreve tu deveria escrever um livro...ia ser Mara!

Beijão!

Camila disse...

Andarilhos...

Obrigadão pelos coment`s!

Beijos

Palavras de um mundo incerto disse...

Guria, ah quanto tempo! hehehe

Que bela poesia.

Ela é tão forte aos nossos sentimentos, que visualizei o teu momento poético.

Esses momentos são únicos.

Beijos e abraços guria!!!


Marcos Seiter

Camila disse...

Voce que é um fofo!
Beijo

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design