10 de julho de 2011

Confissão dolorosamente complicada



Não me falta coragem para dizer o que sinto. O que falta é disposição.
Sabe... Eu não quero mais te amar.



- S u s p i r o p r o f u n d o -


Definitivamente não quero te amar. Aliás, eu não quero amar mais ninguém do jeito que te amei (amo?) .
É, sei que não te choca isso. Até porque meu amor por você nunca foi algo que você se orgulhasse. Eu sou lisérgica.
Isso já não me deixa triste. Acho que me acostumei com isso.
Agora já é um tanto faz pra mim. Já não te tenho mesmo. E por vezes penso que nunca tive.
Poderia rir agora, mas seria muito esforço. Iria me cansar. Coisa que ando evitando uns tempos para cá.
Vivo cansada. Deve ser pelos inúmeros sorrisos que distribuo ao longo do dia.
Não me canso ao escrever, desde que não seja para você.


Por Camila Blopes

0 andarilhos:

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design