3 de junho de 2011

Então me lembro...




Não é apenas quando encho meus tekitos com maionese ou quando viro até a última gota de whisky que lembro de ti. Lembro-me quando acordo e visto meu agasalho, quando me sirvo de alimentos calóricos no almoço mas não consigo comer tudo ou vomito a metade pouco tempo depois.
Penso em você quando meu dia tá uma merda e quando meu dia tá uma maravilha. Lembro de você quando viajo e quando vou dormir. Nessa época de ‘dia dos namorados’ imagino qual presente lhe compraria e qual a cara você faria ao recebê-lo. Fico pensando se você talvez ainda saiba meu nome completo, minha data de nascimento e qual meu maior sonho.
Pode ser hábito, mal costume ou mania. Mas sei que ainda lembro e penso muito em ti. E infelizmente lembro-me com clareza de cada conversa, de cada promessa, de cada plano, de cada sonho que você quis deixar pelos caminhos da vida antes de acontecer...
Então me vem a realidade e com ela minha raiva de você. Daí passa a nostalgia e vem a desesperança e a tristeza. Malditas!


Por Camila Blopes

3 andarilhos:

ϟ Cynthia Brito disse...

Camih, que triste isso! Eu entendo tuas palavras! Mas nós nunca conseguimos encher a cabeça somente com coisas boas, os momentos de desespero e agonia sempre chegam! Olha, essa situação má vai passar, e tu terás que te acostumar que muitas coisas na vida apenas ficam nas lembranças, embora não se resumam nisso; afinal, entre dois corações há muito mais que uma lágrima e um sorriso. Mas tenha força, querida, e acredite no amor! Você é capaz de amar, de sonhar e, principalmente, de ser feliz!
Bom fim de semana!
Um beijo grande!

Nanda Assis disse...

camila, vc tem uma cara linda de mulher e escreve como uma adolescente. eu amo te ler, pq me sinto uma menina apaixonada de novo!!

bjos...

Cαmilα ♥ disse...

Obrigada queridas!
Mil beijos

Cami

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design