29 de junho de 2011

apesar das circunstâncias

Penso que poderíamos nos casar. É, sério! Tenho certeza que não enlouqueceria mesmo unindo meus defeitos aos teus. Eu sei que você compreenderia meus dias de TPM e eu respeitaria teus dias quietinhos. Não encaixaríamos no clichê ‘casal perfeito’, mas nossos amigos iriam amar nossa companhia, seríamos um casal bem divertido.

Nosso apartamento seria pequenininho e aconchegante, o tapete da porta seria um laço cor de rosa, queria ter um cachorro fofo ou uma calopsita azul. Eu iria gostar de cozinhar para você e aprenderia a ser mais saudável, mas por vezes te convenceria a comer mais maionese. Eu lavaria nossas roupas, mas passar... ah isso eu deixaria para você, tá bem?!

Em dias estressantes encontraríamos aconchego nos braços e abraços um do outro. Te daria colo e te encheria todo de beijos. Você me faria massagem e eu derreteria. Em nossa cama esqueceríamos-nos do mundo, seria apenas nós, off de tudo, de todos os problemas e inquietações. Eu acordaria com o cabelo todo bagunçado mas nem ficaria preocupada, teria certeza que me amaria do jeitinho que sou, mesmo feia e descabelada. Eu te acharia cada dia mais lindo e meu amor aumentaria a cada 'bom dia' teu.

Você iria saber o nome dos meus perfumes e hidratantes e eu saberia qual aparelho de barbear você gosta. Saberia lhe dizer onde estaria sua gravata favorita e você sempre me ajudaria a escolher uma roupa para usar naqueles eventos especiais. As vezes você reclamaria das minhas manias e eu do teu jeito. Eu aprenderia algo sobre programação e te ensinaria peculiaridades sobre asfalto e rodovias. Iríamos conversar tanto, mas tanto...

Obviamente iríamos discutir e brigar algumas vezes. Talvez por causa de ciúmes de minha parte, ou por falta de tempo, distância necessária, ou quem sabe por alguma besteira sem sentido, sei lá. Mas não deixaria o orgulho falar mais alto, não iria aceitar dormir chateada contigo, conversaríamos e logo tudo ficaria bem, pois o amor estaria presente em tudo na nossa vida.

Andaríamos de mãos dadas e causaríamos nojo em algumas pessoas de tão doce que seria nossa relação repleta de respeito, carinho e paixão. Você saberia todas minhas perguntas e respostas, nos ouviríamos mesmo quando nada falássemos. Eu penso em você, penso em ser feliz. É, poderíamos nos casar...




Por Camila Blopes

4 andarilhos:

Paula Barros disse...

Lendo seus últimos textos, mesmo demorando a voltar por aqui, sempre que venho gosto do seu estilo de escrever.

Entre sonhos, você por você, o seu jeito de ser, o amor sempre presente, de alguma forma, da sua forma de ver, sentir, escrever.

beijo

Luciana Brito disse...

É bem por aí que penso também, sabe?
E pelo texto, vocês poderiam mesmo casar, hein? Quem sabe em um futuro não tão distante. xD

Beijo, amada!

Fê Miceli disse...

Que texto lindo, perfeito!
Porque casamento é assim mesmo...
E claramente, pude me ver dentro do seu texto pois o meu é mais ou menos assim!

Bjs

Cαmilα ♥ disse...

Obrigada pelos comentários!
BeijOcas

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design