8 de março de 2011

‘Eu gosto do estrago’

Olhos famintos, necessitados de teu sorriso avassalador.
Boca seca, carente de teu sabor.
Corpo anestesiado, a espera do teu...
=


Ei garoto, eu te falei para acabarmos com tudo isso antes mesmo do início de verdade. Eu avisei que eu era uma grande cilada que seria melhor você se afastar e seguir por teu caminho, que era bem distante do meu.
Mas você não me deu ouvidos, eu quis te alertar. Como você não mudou teu rumo, fiz questão de aceitar você se achegar, gostei da tua presença em meus dias. E então, clack! Eu notei, éramos peças não simétricas que se encaixam. Gostei e quis mais e mais.
O que espera por mim, não sei e não tenho mais medo. O que será de nós, não faço ideia mas será doce, tenho certeza. E acabará com nosso sossego. Não teremos paz com a distância que as vezes nos perturbará. Entretanto, sinceramente não me importo. Eu gosto do estrago, eu gosto dessa coisa inquietante que me faz vibrar, que me atormenta, me tira o sono, e me faz te querer mais a cada minuto. Eu amo você garoto.

4 andarilhos:

Shelha (S+S) disse...

Pode se entregar de corpo e alma. Não sei se estou besta por ter dito 'não tenho mais medo' ou se foi 'eu amo você'.

O mulher de opinião hein.

o/¨

Tatá R. da S. disse...

Lindo, Cah!
Adorei.
E gostei muito da coragem.
Go ahead!
=*

Anônimo disse...

quem é ele?

Cαmilα ♥ disse...

Meu anjo!

Obrigada a todos pelos comentários.
<3


BeijOBeijo

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design