19 de março de 2011

Eu entendo de estrada


Sem música bonita nos ouvidos e sorriso bobo nos lábios a moça pegou o aparelho celular cor de rosa, abriu devagar e leu todas as mensagens enviadas por aquele moço especial. Relembrou a emoção que sentiu ao ler aquelas frases, brotaram lágrimas urgentes que rolaram fácil pelo rosto dela.

Uma a uma ela foi apagando. ‘Você precisa ter coragem, vamos, coragem!’ – ela dizia baixinho. Vontade de fugir, se esconder, morrer, surtar, sumir e enlouquecer surgia nela cada vez que pensava no quanto era feliz, o quanto ele somava a sua existência.

‘Estou sozinha... como sempre fui e como sempre deve ser. O amor não é para meu bico.’ – E não era drama, era sua verdade mais íntima. Ela sabia que mesmo deletando ‘coisas’ dele, não apagaria as lembranças, sua memória. Mas a moça estava triste, tinha que dar algum passo para deixá-lo. Ela quis seguir, ele quis estacionar. Não havia o que fazer.

A vida vai continuar como sempre foi... Ele irá ao trabalho, conhecerá pessoas interessantes, verá todos os seriados que ele tanto gosta, jantará com os amigos, vai viajar e quem sabe amar alguém...

Claro, a vida dela também vai continuar... Ela vai trabalhar, visitar a família, sair com os amigos, beber whisky e talvez até dançar, mas continuará a ser sozinha.

Com ele, essa moça deixou levar-se pela emoção, não quis ter razão... só queria ser feliz. E foi, pouco tempo, mas foi. ‘Quando não tem amor, você ainda tem as estradas’ – Ela repetia aos prantos deitada na cama daquele hotel na cidade dele, esperando a hora do vôo de volta.

Por Camila Blopes

6 andarilhos:

Gabriela Marques disse...

E quem sabe ela também não se apaixona?
Se um relacionamento se desfaz, é hora de aprender a se relacionar consigo mesmo novamente, amar-se, para depois abrir bem o peito, e deixar-se levar outra vez. Arriscar.

Beijo doce.
Ótimo fim de semana.

Tatá R. da S. disse...

Nha, isso é tão triste.
Me vi em cada pedacinho desse texto. =/
Mas pode ter certeza, que num planeta com mais de 6 bilhões de habitantes, algum cara interessante, com o jeito curioso, vai te despertar o coração e se apaixonar por vc.
=*

thais m. disse...

Triste, mas muito bonito.
Eu acho que no fundo , a vida sempre se renova. Mesmo que a gente se sinta muito sozinho(a) as vezes.

Mas passa! Tomara que ela encontre um motivo pra sorrir.

Adorei , bom domingo moça.

Fê Miceli disse...

Amei o texto e nem preciso dizer, mais uma vez que me vejo na situação dessa pobre moça. O que posso dizer: Que ela viva seu luto. Para amanhã, mese sdepois ou anos à frente, acordar do coma e começar a viver novamente. Porque a vida é mais que fracassos acumulados. É principalmente, as vitórias, que ela tem sobre ela mesma...

Bandys disse...

Continua escrevendo divinamente.

Mas nas estradas da vida amores vem e vão.

Beijos

Cαmilα ♥ disse...

obrigada pelos comentários
BeijOcas

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design