16 de julho de 2010

Delícias de Viver

Quem diria que um dia eu seria assim? Quem diria que um dia eu viveria assim? E pensar que eu já desejei morrer. E pensar que eu já pensei que nunca mais iria sair do fundo daquele poço, que eu deveria me contentar apenas com a lua minguante refletida naquela água escura. Quanto drama! Mal sabia que só dependia de mim, de mim e mais ninguém, sair daqueles dias.

Estou fazendo coisas que até então era ‘inimagináveis’ para mim. Tenho vivido com gosto de estrela madura na boca, mas não é aquele gosto que vem adoça e some, é daquele que permanece. Daqueles que faz com que teu cheiro mude. A felicidade não é apenas doce e rosa. Ela é colorida e monocromática também. É doce, agridoce, salgada e azedinha.

Alguns estão dizendo que eu mudei muito, e quer saber, estão corretos! Eu mudei. Mudei mesmo! E ando me transformando a cada dia. Não sou mais a ‘pobrezinha, coitada, infeliz’ que outrora só se queixava. Hoje eu sou sorriso, festa, amor ou felicidade. Claro, também sou saudade, entretanto é saudade saudável. É daquelas gostosas. Aqueles que quero perto sabem que estou longe por um motivo justo. Eles me compreendem e me apóiam. Ás vezes torna-se insuportável a ausência, mas o amor que temos me acalenta e me faz agüentar mais alguns dias até o reencontro.

Ah os reencontros. Encontros. Desencontros. Não sei bem explicar a maneira que os fatos sucederam, não sei dizer o motivo de ter sido assim, não sei mesmo. E não fico procurando entender demais, prefiro aceitar com gratidão e aproveitar. Não me importa o tempo, quanto irá durar. O importante mesmo para mim é aproveitar... É viver!

Por Camila Blopes

9 andarilhos:

Poetic GIRL disse...

Fico feliz por sentir-te feliz! beijo

Vítor Palmeiras disse...

A mudança é a lei da vida, não é mesmo?

VELOSO disse...

Seu blog é ótimo para aquecer antes de sair para enfrentar uma garoa fria e a sobrevivência! bom final de semana!

Leo disse...

Só o que está mosto não muda, mudemos então, vivamos cada mudança, pq quanto irá durar não sabemos.

Beijão!

Júnior de Paiva / Dish disse...

Por um lado fico feliz de ver vc tão feliz de si tão cheia de luz...
Escrever e escrever sobre o que sentes é uma bela forma de vc demonstrar o que eu sempre soube de vc:Que só faltava um leve impulso para que aprendesse a voar com suas próprias asas...

E por um lado, sim, eu me queixo, eu acho que nunca encontrarei esta tal felicidade...por mais que a enxergue por perto dura até o instante de ir ao supermercado...
:/

Adorei seu blog!
No mais, atualizei meu blog, se puder dá uma passadinha por lá!
Obrigado!
Beijos cherrie!

★тєcα★ disse...

Oi Camila que saudades de passar pelos seus caminhos,tinha perdido o feed do seu blog, e hoje lembrei do nome do blog digitei no Google e cá estou!Ola eu tenho uma sessão nova no meu blog chamada poética, achei a sua cara, se você quiser participar lá no blog tem como participar tudo direitinho tá?Beijão Camila!

MAILSON FURTADO disse...

Excelente texto!!!

Parabéns, belo blog...

PARABÉNS!!!

Acesse:
http://mailsonfurtado.blogspot.com

★тєcα★ disse...

Puxa, falei, falei e esqueci da falar sobre o texto, a minha cara, já me reergui tantas vezes achando que nunca mais iria ficar bem, já desejei morrer tantas vezes e e algumas vezes quis ser eterna, a vida é assim cheia de altos e baixos e cabe a nós fazermos nossa história e darmos um "happy end" para ela!

Beijão!

♥ Cαmilα Girαssol disse...

Obrigada pelos comentários!
BeijOcas

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design