28 de março de 2010

Último texto sobre você

"Não espero nenhum olhar, não espero nenhum gesto,
não espero nenhuma cantiga de ninar... Por isso estou vivo.
Pela minha absoluta desesperança, meu coração bate ainda mais forte.
Quando não se tem mais nada a perder, só se tem a ganhar."
(Caio Fernando Abreu)

Este será o último texto que escrevo sobre você, sobre nós. Não me inspiro mais quando penso em você. O doce se foi. Ficou o gosto do fim.
Não tenho mais nada seu. Quando decidi deixar você sair de mim, tive que me separar de tudo. Não queria ficar remoendo lembranças.
No dia do meu vôo, eu fiquei esperando você. Eu estava vestida para uma despedida, óculos escuros, blusa preta, sapatos rosa e perfume marcante. Eu segurava uma sacola com seus presentes e um envelope com todas as cartas que escrevi e ainda não tinha entregado a você.
Hesitei até o momento final para entrar na sala de embarque, tinha esperança que você aparecesse correndo, pedindo desculpa pelo atraso e com os olhos marejados me desse adeus e dissesse que me amava, ou que dissesse que me amava e depois desse adeus. Tanto faz.
Só queria te ver, entregar suas coisas e me despedir. Mas você não veio. Com o coração doendo, eu decidi te deixar ali. Naquela sala de embarque cheia de gente que nunca vi, tão impessoal.

Olhei todos aqueles rostos. Então vi um que me pareceu amigável. Tinha olhos grandes num tom azul-esverdeado, cabelos lisos e aloirado, o porte físico se parecia com o seu, ele sorria enquanto mexia em seu notebook. Sentei ao seu lado, mas permaneci em silêncio. Então quando ouvi a última chamada para meu vôo, dei a ele seu presente e disse:
_ Sei que é estranho, nunca lhe vi mas quero te dar algo. Aqui tem uma camisa azul, que vai combinar perfeitamente com seus olhos. Tem também um porta-retrato com uma coroa de príncipe e uma lata-surpresa que pula uma bonequinha loira quando você abre. Era para alguém que amei, mas ele não veio. E eu estou indo embora. E eu não sou louca. Estou apenas machucada, dilacerada e sem nada a perder. Bom dia. Tchau!
Então sai sem olhar para trás.

As suas cartas não entreguei a ele, como eu havia lhe dito somente você e eu poderíamos lê-las. Não tive outra escolha. As joguei no lixo. Sai triste, olhei para trás e chorei. Tantas palavras e sentimentos deixei no lixo. Por culpa sua, sua e de suas promessas vazias. Promessas que não cumpriu e não poderá cumpri-las mais.
Por Camila Blopes

13 andarilhos:

Erica Ferro disse...

Por isso, não prometamos. Vivamos.

Poetic GIRL disse...

Camila, perco-me sempre nas suas palavras. Amei este texto, tão cheio de sentimento. Por vezes devemos mesmo deixar as emoções na sala de embarque, e esperar que outro destino nos espere. bjs

sarah disse...

Sentimentos que parecem inúteis não é verdade?

deixe de escrever sobre vocês, mas creio que escreverás sobre outros assuntos né?
beijos linda!

Vítor Palmeiras disse...

Logo que o avião decolou, chega um rapaz loiro os olhos claros, todo suado no aeroporto, a camisa branca estava colada no corpo de tanto suor, as mãos e a face meio sujas de graxa... ele olhava como quem procurava algo que sabia que não ia encontrar.

Ao consultar o painel de voôs, fez uma cara de decepção, os olhos encheram de lágrimas e ele se sentou ao lado do rapaz do lap top, que ainda com os olhos cheio de surpresa abria um embrulho com uma linda camisa azul...


:D Viajei né?

♥ Cαmilα Girαssol disse...

Viajou porque ele simplesmente nao foi. Não foi porque não quis.
rs

Mas adorei seu desfecho.


Um beijO meu querido Vítor

SAL disse...

Camiiiiiiiiil!!!

Tem um amigo meu (tbm blogueiro, mas lamentavelmente o blog dele tá parado há meses) que fala "NÃO AO LUTO DOS AMORES PERDIDOS, POIS ESSES, SÃO SINONIMOS DE AMORES ACHADOS!"

Mas deixa eu entender... vc mudou de cidade e acabou com o "lover" foi??? (aconteceu isso comigo! só que ele acabou 3 dias antes d'eu ir!) :o

Pois bem... hoje (quase 2 meses depois) eu tô bem recuperada, mas na hora eu fiquei bem arrasada pq na minha "mala" não cabia o tudo de lindo que eu sentia!

Bjo

Robs disse...

Oi amiga...

Imagino cm vc deve ter se sentindo...

Promessas... cm eu odeio essa palavra...

Mas sabe, cm me disseram ontem, azar o dele q nao veio, foi ele quem perdeu...

Mas o mais importante, é q vc o deixou ali na sala de embarque e vc podera "viajar" com seu coração em paz.

Beijoss

www.robsalves.ideiasplurais.com.br

lua prateada disse...

FELIZ PÁSCOA!...
Olá...............passei para te convidar para minha festa!passa lá e te diverte...Obrigada pela presença...Beijo de prata

SOL

♥ Cαmilα Girαssol disse...

Obrigada a todos pelos comentários
*-*

Juliana Lira disse...

:(

Admiro a coragem de quem consegue seguir em frente e ainda voar!Não é fácil deixar algo assim pra trás.

Milhões de beijos

Leo Lemos... disse...

[Mentira ou verdade?]

Texto das antigas - dias de crise


Desisti de nós: desisti de esperar, desisti de te incomodar, de te ligar em vão e meia dúzia de coisas minhas em sua vida que te incomodam tanto... desisti de todas elas e de nós também. Desisti de tudo e, se quer, entreguei a Deus, entreguei antes a não sei o quê para ver se no meio do nada esse amor igualmente se perde, igualmante nada, e não volta. Também tirei a barba, e não vou deixá-la como gostas, nunca mais. Antes, deixarei do jeito que não tem que ser. Também vou rir mais alto para ver se não me ouço acabado por dentro, com fome; e vou rir para enganar você e você achar que es estou feliz quando eu estiver rindo alto para esquecer você. Você, sempre você!
Vou tentar a contra gosto, enfim, acordar um dia e não pensar se hoje terei você, porque é de conta gosto que deixo de viver esse que é meu melhor sentimento nesses últimos anos; você, sempre você, a pessoa mais querida; esse amor o que deu ânimo à minha vida, e nosso sexo um sopro bom de vida em minha vidinha mais ou menos, porque isso tudo é viver, não dormir, apesar que adoraria dormir com você... Ou não. Não quero mais, desisti, por um instante esqueci mas já lembrei: desisti.
Antes que te ligues também apaguei os celulares e messenger. E antes que te aceites quando me quiseres, ando rezando todos os minutos para que Deus pai todo Poderoso, Oxalá ou o capeta me dêem força para dizer-te não, nossas horas já se foram, há seu verdadeiro amor, família e trabalho que mais te necessitam do que eu, favor ir cuidá-los... E um dia, no fututo, se por acaso teu amor morrer primeiro e seus pais igualmente se foram e estiveres só, aí procura-me, porque juro, e amo assim a todas as pessoas que já jurei amor, apesar de nenhuma delas crer, mas juro a você como jurei a elas - voltas para mim quando não tiveres mais ninguém que eu vou abrir uma gaveta de meu coração e arrancar o amor do fundo dessa gaveta empoeirada e esquecida e vou dá-lo você, e você, sempre você, a mim, e cuidarei de você e vou querer-te bem e, ao menos, vou cuidar para que, emfim, ao menos de lá em diante sejamos felizes.

Daniel Savio disse...

Nem tudo que recebemos de uma falido conseguimos descartas assim facilmente...

Fique com Deus, menino Vitor.
Um abraço.

♥ Cαmilα Girαssol disse...

Verdade!
BeijO

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design