7 de outubro de 2008

O nome do buldogue

Mateus era um homem, alto, moreno, de traços bem feitos, com cara de mafioso italiano. Trabalhava como jornalista e dava aulas em uma faculdade. Um sujeito culto, sério, cativante e carinhoso. Viúvo e não tinha filhos...
Renata era uma moça baixinha, de grandes olhos castanhos, traços grosseiros e cabelos ouriçados. Há mais de um ano ser namorar, estava dedicando integralmente seu tempo à faculdade. Era caseira e pouco saía, gostava era mesmo de ler... Poesias.
Em um sábado ele saiu, como sempre, levando seu cachorro para passear.
Em um domingo ela quis caminhar para espairecer.
Em uma segunda-feira Mateus e Renata se esbarraram no caminho da padaria. Ela com seus livros, ele com seu cachorro.
Ela o achou bonito e interessante. Não resistiu e perguntou:
_ Que lindo buldogue! Ele é bravo?
_ Não! Pode acarinhá-lo se quiser.
Renata não se fez de rogada. O cão era muito marrom e bem tratado. Renata gostava imensamente de cães.
_ Qual o nome dele?
_ Mário. Mário Quintana.
Os olhares se encontraram.
Ela não teve dúvida, o dono de Mário Quintana era o homem de sua vida.
Ele tinha certeza que a moça que gostou tanto de seu cachorro era a mulher de seus novos sonhos.

Seguiram e compraram pães juntos...
Para sempre.
Por Camila Blopes.

31 andarilhos:

Kari disse...

E tudo, graças ao Mário Quintana em... Que lindo conto moçinha!!!
Quero comprar pães assim também...

Beijão

moni disse...

Que lindo! eu acredito que possa nascer um amor assim! beijos

Leandro disse...

É o destino. Ele apronta essas coisas.
Beijo

Leonardo Almeida disse...

Oiiii obrigado pela visita...Ameio seu blog...é muito lindo mesmo....beijossss

Giselle disse...

Camilaaaaaaaaaaaa,
quero um Mateus em minha vida, buááááááá´...
Eu quero, ai que lindooooooo !!!
Amei seu texto ...
Humpft quero um amor ...
Beijos

LindaRê disse...

Adoro esses finais felizes!
Beijos

:: Fatima :: disse...

Linda Historia!Eu acredito que possa acontecer amores assim com qq pessoa,e tomara qe eu seja premiada!ahahhahaa

Bjinhos flor=)*

Bandys disse...

Lindo, Camila!

Como dizem :
o destino esta traçado nas estrelas...
Será?

Beijos ☺

Ana Rita disse...

Linda história. Parabéns mais uma vez Camila.
Um abraço.
Beijo*

Dany disse...

Bela história!! Eu me senti como a Renata... amo poesias e cachorros!! E quem não gostaria de ter um Matheus na vida, hein? hehehehe
bjs

Salve Jorge disse...

Eu sempre achei
Que é comprando pão
Que se acha o chão
Que se cumpre
Aquele "o que sempre procurei"
Que trás comixão
E o tal do para sempre...

Noslen ed azuos disse...

Nossa rapidinho assim!, eu mesmo em quatro messes estava casado, e olha que isso já faz onze anos; o tempo passa.

Bjs
ns

Camila disse...

Opa! Conheço um história assim! E olha... também conheço um buldogue com este nome!
Que bom que está melhor.
Beijos

Betho disse...

Belo conto menina...Tenho um amigo de apelido Buldog, mas vc não o conhece e ele não tem cachorro! Adorei sua maneira de escrever, voltarei mais veze. Abraço

Carol disse...

"Procura-se um amor que gosta de cães"... isso é um filme.

Mto fofo!

Bjs

Toninho Moura disse...

O cachorro não é amigo só do homem!

blog do dudu santos disse...

Esta vendo! ninguem atravancou o caminho deles, todos passarão, eles passarinhos...parodiando nosso poeta
bjo do artista

Cadinho RoCo disse...

Percebe do que são capazes os cães? Mas devo adverti-la que o cão da foto é um Boxer, da raça do Jota, que é o cão que convive comigo e cuja foto está lá no Meu Nosso Blog. A diferença é que o daqui não está com as orelhas cortadas, como é o caso do nosso estimado Jota.
Cadinho RoCo

Késia Maximiano disse...

Melhor de tudo é o final.. rsr
Bjs

Matthew Salbego disse...

Ai que lindooo!Sério mesmo, adorei. É bom ver uma história de amor dando certo né?Mesmo que seja uma escrita num blog...Genial, como sempre!

beejO!

Camilla disse...

Haha que foto fofa...
Adoro cães!!

anderson eduardo disse...

Que bela historia querida... gostei o jeito como voce descreveu ambos, bem detalhista .. abração e tudo de bom

Camila disse...

Cadinho, muito obrigada pela informação!
Apesar de amar cães, pouco sei sobre raças!
Beijos

Robs disse...

Que lindooooooooo!

Ah, eu tb quero uma historia assim...simples e linda! rsrsrsr

Bjos!!

Camila disse...

Oun que lindooooo
Que fofo pra sempre! haha

beijão flor! =)

Thiago Brummer disse...

KAKÁ
QUE A HISTÓRIA DE MATHEUS E RENATA SIRVA DE INSPIRAÇÃO A TODOS NÓS.
SAUDADES
UM FORTE ABRAÇO

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Camilinha:
Tenho algumas coisas a dizer. Não vou fechar o Blog, mas estou fazendo pequenas postagens de cenas de filmes com poemas ou letras de músicas (traduzidos por mim) relacionados. Ante-ontem fiz uma e ontem à noite fiz outra. Também decidi que não vou chamar ninguém para comentar os meus posts. Quem gostar de mim, o fará espontaneamente.
Um beijo,
Renata

O Profeta disse...

Atravesso o céu em sonhos
Três aves do mar, três raios de sol, três punhais
Seguem-me apontados à solidão
Ah este vento que sopra nos brandais


Vem partilhar comigo uma história real



Mágico beijo

Camila disse...

Muito obrigada a todos pela presença!
Grande beijo

paula barros disse...

Um história romântica, sonhadora, suave, apaixonante.

Eu já desisti de esbarrões, de batidas em carros, de advogados em forum.....rsrsr

beijos linda!

Camila disse...

Ainda acredito...
=]

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design