27 de outubro de 2008

Doce embriaguez

Dedico estas linhas àquela garrafa de rum que sorriu para mim, desde a primeira vez que a vi.
Ela sim, sempre foi transparente comigo. Nunca me negou felicidade, mesmo que não lúcida.
Ah... que saudade eu estava.
Quase havia me esquecido desta sensação
Um calor emana de meu coração
Já não sabia o que em meu coração restava

Estou lúcida e repleta de felicidade
Bebidas doces me fazem relaxar
Sempre me ajudam a sonhar
Jamais quero perder esta alacridade

Sei que tudo isso é momentâneo
Porém não me esquecerei
Esse lembrar tornou-se consentâneo

Saudades vêm e vão
É assim e sempre será
Isto é coisa do coração
Por Camila Blopes

34 andarilhos:

paula barros disse...

Menina, menina poema para garrafa de rum? Foi o primeiro que já li.
Nem sempre essas garrafas tem um sorriso tão lindo e transparente. Muitas vezes pode ser um sorriso traiçoeiro.

Tudo na vida passa. Passará melhor a depender das escolhas que fazemos. As lembranças vem e vão. Outras veem mais fortes, outras insistem em não ir.

É a vida.

beijos.

Cadinho RoCo disse...

E dá pra contrariar as coisas do coração?
Cadinho RoCo

Giselle disse...

Cá,
que coisa linda ...
saudade é bom demais, né?
Melhor do que isso é matar a saudade ...
Não perca tempo linda, mate-a...
Súper beijos e tenha uma semana abençoada,
com carinho,
Gi

Su disse...

Que lindo, Camila!!!
Sim sim, saudades vêm e vão, e muitas vezes tentamos esquecê-las com o nosso inseparável copo de embriagez!!!
Beijão, Flor!!!

Gabi disse...

critividade mil
muito bom

A menina do mundo roxo! disse...

oi! Seu blog está lindo!
Adorei o poema....és uma artista de mão cheia!
Beijo e uma ótima semana!

A menina do mundo roxo! disse...

oi! Seu blog está lindo!
Adorei o poema....és uma artista de mão cheia!
Beijo e uma ótima semana!

Mariana disse...

Saudade é uma constante da vida. O Passado, por mais árduo que seja, deixa sempre um pedacinho da mesma.

beijinho

Melsavinon disse...

Oh!CAmila...logo logo o amor aparece na sua frente!!!!
Obrigado pela visita denovo.
Sempre por esses caminhos...até mais

Diego! disse...

Gostei...sobre rum nunca tinha visto.

Sou mais bagaceiro e fico com o sorriso de canto de boca de um copo de cerveja bem gelada.

Até...

João da Silva disse...

Linda, se o efeito da ebriez sobre a alma fosse - em todos - lindo, como é em você, o mundo seria melhor.
Beijinhos!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Lindo poema, Camila, com muita musicalidade. Mas não apele para bebidas, não. Isso não é saudável para tratar de fossa.
Passe no meu Blog, no Galeria e não no Resenhas Antigas, pois fiz a resenha do filme "Uma relação pornográfica", que de pornográfico não tem nada. É um filme de amor. Não há nenhuma cena de pornografia.
Um beijo,
Renata

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração?
...
E quem irá dizer que não?!
beijos e borboleteios!

Dri Viaro disse...

oi, uma otima semana pra vc
bjs

moni disse...

nada como um bom porre de vez em quando rsrsrs... mesmo que seja para aliviar a saudade! beijos e ótima semana!

Yaas disse...

nossa, que paixão pela garrafa de run hein? :D
pois é, eu tenho mais um meme pra responder se não me engano, mais bate uma preguiça, que mell dells.
beijos

Dany disse...

hummm... adoro rum! Bebidas doces tb muito me interessam e me fazem esquecer as coisas q tanto machucam! Não resolvem, mas amenizam, né?! hehehehe
bjos

Thiago Cerqueira disse...

Que bom vc ter gostado!!! vc tem um jeitinho bem peculiar, beijos.

meus instantes e momentos disse...

muito bom voltar sempre aqui,
Maurizio

Vinícius Aguiar disse...

Muito singelo Mila... adorei mesmo!! Bem seu estilo né... vc sabe transformar os mais verdadeiros sentimentos num jogo de palavras bem doce e puro! Parabéns!

Palavras de um mundo incerto disse...

Bota coisa do coração tudo isso!

A nossa alma fica leve, chapada por sentir tamanha energia dessa "Doce embriaguez".

Querida, estou afim de ler este poema, visse? heheh

Bjos pra ti e boa semana!!!


Marcos Seiter

Anny disse...

Gostei do poema!
=D
Amei o blog!
Parabéns flor!

Anny disse...

Ah,posso linkar?
bju

Lua disse...

caminhos da vida...eles me levam, mas até onde podem me levar ?

Luciana Andrade disse...

Saudade com gosto de rum.. Pode ser uma boa combinação..rs

Iasminne Fortes disse...

A minha vodka me proporciona a mesma sensação que o seu rum. Meu sorriso fica maior e vejo as coisas mais claras. Ai ai doce embriaguez, doce companheira aquela garrafa.

Adorei
;*

fi disse...

Há coisas assim xD
Maior beijo, querida *

Camila disse...

NO caso, vodca é meu amante e Rum meu marido! rsrs
Beijos a todos

Ps. Juízo com ao beber heim, gente! Vamos respeitar a Lei SEca!

Thiago Brummer disse...

Espero que não fique feliz apenas com ajuda deste líquido transparente.
Gosto de você lúcida.
Um forte abraço

Camila disse...

Sou lúcida! Sempre... a não ser quando estou apaixonada!
=D
Beijos querido

Mary West disse...

Detesto sentir saudade. Machuca e se deixar entrar ela dificilmente sai.

Camila disse...

Odeio também, Mary!
Dói pra caramba e fico de fossa!
=/
Beijo

Decoti disse...

Nunca bebi rum. Descobri uma palavra; consentâneo!Sentir saudade é bom, mas as lembranças atrapalham?
Parabéns! Grato!

Camila disse...

Rum é bom!
=D
Grata!

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design