20 de agosto de 2008

Rotina

A idéia é a rotina do papel.
O céu é a rotina do edifício.
O inicio é a rotina do final.
A escolha é a rotina do gosto.
A rotina do espelho é o oposto.

A rotina do perfume é a lembrança.
O pé é a rotina da dança.
A rotina da garganta é o rock.
A rotina da mão é o toque.

Julieta é a rotina do queijo.
A rotina da boca é o desejo.
O vento é a rotina do assobio.
A rotina da pele é o arrepio.

A rotina do caminho é a direção
A rotina do destino é a certeza.
Toda rotina tem a sua beleza.
.
* Ps¹. Não sei quem é autor deste poema o li no site da Natura.
* Ps². Estou a procura de uma direção.

34 andarilhos:

mOnI disse...

ahh eu adorei o poema, é da campanh da natura, da linha Todo dia, mto criativo! beijos

Max Psycho disse...

Adorar seus poemas e seu blog é a rotina do Max. se voce ta procurando a direção, eu tenho uma aqui é hidraulica serve pra qualquer carro hehehehee, e o pão de queijo eu te pago é só escolher o lugar e a hora

biazinha disse...

Esse texto é do Arnaldo antunes e foi feito sob encomenda.

Beijos.

Salve Jorge disse...

Rotina é coisa fina
E não há quem defina
Pois tanto desatina
Que a menina
Logo que um pão de queijo
Então Julieta oras
Sem demora
Pra te atender o desejo
E se ainda busca direção
Só achar o caminho
Que tá sob seus pés
QUe não há de haver revés
A impedir-te de chegar ao ninho
Nessa longa procissão...

marden disse...

...e sobre o Ps²... caminha pra fora!

Max Psycho disse...

Ainda bem que voce sempre gostou de mandioca né hahahahaha, quanto ao pão de queijo é só escolher o local e o dia e a gente vai la se deliciar com a iguaria da culinaria mineira (nossssaaaaa))

Camila disse...

AdorooooOOO ArRePiOsSsS!
Postei este poema pois ele é repletos de coisas que fazem parte de mim! Que eu gosto e que estou vivendo!

Ps. Bia, obrigada pela informação.

Beijo a todos!!!

Max Psycho disse...

desencana baby, nao vale a peba sofrer por ninguém, se a pessoa te faz sofrer, ela não te merece, vai atras de sua felicidade, atras de aguem que te de valor, bjus baby

Dois Rios disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dois Rios disse...

Oi Camila,

Já ia te informar que a letra é do Arnaldo Antunes, mas a Biazinha já o fez por mim.

Esse versos são fantásticos!

Salve, Arnaldo Antunes!

Beijos,

Camila Blopes disse...

MAx ele não me faz sofrer...
Eu quem sofro.
É complexo para explicar... só sei sentir.
BeijooOOO

Mony disse...

Oiee

fikei muito tempo sem passar por ak...

adoreii seus ultimos post...

eu procurando minha rotina ainda...

belo poema !!!

beijos

♥тєcα♥ disse...

Ah que graça de poema Camila adorei!!!

Beijão!

disse...

Ah menina até imagio se fosse comigo também1
hahaha
iriam brigar muito mas muitoo mesmo comigo!

BEIJO

mOnI disse...

te linkei... bejos

Miranda Priestly disse...

eu adoro esse poema
sempre ouço no anuncio da tv
é muito bom
adorei!

Olirum disse...

eu tbm quero pão de queijo, divide comigo quando vc conseguir?
askoaskoppkoaspoaks
zoooa!
Adooro pão de queijo!
Lindo Poema!

LindaRê disse...

Gostei do poema...
bjs

Adriano DiCarvalho disse...

E bastou eu dar as caras novamente na blogosfera que vim parar aqui, nos seus caminhos... COMO DE ROTINA!

Quanto ao seu pão de queijo... Espero que o chegue em breve!rs

VOLTEI!!!
E deixei um presentinho pra ti que creio já ter ganho, mas... Fica a intenção!

Bjs

:: Fatima :: disse...

Acho muito linda essa propaganda!
EU AMO ROTINA...Lógico que tudo demais cansa neh?Mas dessa rotina do poema eu gosto mesmo!LINDO!

Adoro seus posts!
Ler seu blog todos os dias...
....Ja virou uma ROTINA!E eu adoro rotina...rrsss


Bjos linda!

Pelos caminhos da vida. disse...

Retribuindo visita!

Eu sei bem o que é rotina na vida real,a minha não é nada fácil.

Lindo poema.

Volte sempre.


beijooo.

David disse...

Criativo e a palavra que por aqui diz tudo. Parabens pelo poema, o ter encontrado claro :D

Beijo

blog do dudu santos disse...

adorei!! somos sempre rotina...na verdade, rotina é vida
bjo do artista

Camilla disse...

É do Arnaldo Antunes, creio eu.
E é uma graça!!

Beijos

Carol disse...

Agora eu entro aqui e fico torcendo pra que tenha comentário... rsrsrsrs

A propaganda que tem esse poema tb é legal!

(Ah... tô cabulando aula! - rsrsrsrs)

Varda disse...

adoro esse poema
x]

João da Silva disse...

Lindos versos. Também ando à procura de direção, mas acho que é mais fácil achar pão de queijo...
Beijos!
João

Nadezhda disse...

Já li esse poema, achei bonitinho tbm!

"Julieta é a rotina do queijo."

;)

Camila disse...

MuitoooOO obrigada queridos pelos coments!
Amo essa poeminha e as rotinas nele descritas!
BeijooooO a todos
=)

Mary West disse...

E ela anda me cansando essa tal da rotina...

Camila disse...

Ah até q eu gosto de rotinas... é bom se ter uma para de evz em quando poder sair dela!
BeijoooO

Palavras de um mundo incerto disse...

Guria,
bah, que poema que descreve bem os traços da figura de nós rotinistas de carteirinha.

Lembrei dum poema( só que desculpe, não lembro o nome)lido por Arnaldo Antunes no programa "Umas palavras" do Futura.

Leia: "AS COISAS", livro que foi indicado no programa "Afinando a língua". Ainda não li, mas ainda lerei.


Beijos e bom domingo"!!!


Marcos Seiter

Palavras de um mundo incerto disse...

O livro também é de Arnaldo Antunes = "As coisas".

Bjos

Camila disse...

Oh MArcos! Vou procurar saber mais sobre este livro!
Valeu a dica, querido!
BeijoooOO
=)

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design