15 de agosto de 2008

Passado se faz ao Poucos

Hoje eu acordei e abri a janela, pois queria ver o meu passado.
Mas ele não apareceu estava coberto pela neblina e pelo seu sorriso-ventania que ainda habita em minhas lembranças.
Não! Perguntei ao tempo se esta névoa demoraria a se desfazer e levaria consigo aquele passado doentio e importante que insiste em se fazer presente! Não!
Eu insistia em pensar: aquilo sim! Era eterno. Mas não durou. A janela se fechou para mim.
Entretanto hoje a nostalgia, a nostalgia... mostrou sua face mais sombria entre o irreversível passado e o nada do presente.
Neblina é quando o céu desce à terra e passado é quando você vê que o céu já não lhe pertence tanto quanto antes.
E neste dia de acordar, abrir a janela e dar de cara com essa neblina-passado, cheguei a conclusão que o vento pode afastar ou aproximar você de mim.
E agora no fim deste dia sem sol, estou com frio e com medo... entre cobertores sujos e lençóis amassados sinto meus pés dormentes preciso urgente de um café quente.
Quem sabe ele pode me aquecer? Após eu adormecer, sonhar e acordar...
Para novamente abrir a janela e fechar a porta do meu passado de vez (quem sabe?).
Por Camila F. & Danúbia P.

43 andarilhos:

disse...

Ameii o texto flor!
Voce escreve tao bem! =)

Acabei de postar a continuação da história

disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
ღ mey ♥¨`*•.¸¸.•*´¨♥ღ disse...

camila! que foto mais linda mulher!! aah quem me dera abrir a janela e ter essa vista... bjs

Luifel disse...

Neblina é quando o céu desce à terra e passado é quando você vê que o céu já não lhe pertence tanto quanto antes.

Moça, nunca parei pra pensar dessa forma, sabia?

O passado se faz aos poucos mesmo, embora num possa ser modificado, nunca!

Bjs

Juhred disse...

Belo texto...Mas nem sempre tentar vê o passado é uma boa idéia!
Beeeijoo...

Camila disse...

Cá... o texto foi idéia da Dadá Cafada! Mas confesso que também o achei muito.

Mey... tbm adorei a imagem!

Luifel... adorei esta parte tbm!

Juh passado é esquisito!

Beijo
=)

paula barros disse...

Camila e Danúbia
Excelente texto. Descreve bem o que é passado, saudade, nostalgia, sentimentos que ainda não se apagaram...gostei muito.
Achei muito interessante essa frase.
"aquele passado doentio e importante que insiste em se fazer presente"
Com muito significados, para se pensar.
abraços

Camilla disse...

Liiiindo.

Ah, a nostalgia...

disse...

Ah menina haha pode deixar que eu posto logo logo hahaha
tá fazendo sucesso as historias!
adkhfapsoifuas
beijos

blog do dudu santos disse...

passado...passado...alguns bons, outros negros, o artista gosta de seu presente, este que escreve tão bem, com poesia e sensibilidade...certamente quando ler este comentário, já é passado...seu futuro é que interessa, lá na frente vejo um amor na tua alma....que um dia será também passado..bjo do artista

Tamara Mayfair disse...

O passado é uma coisa que por mais que a gente tente não dá pra apagar, mas é uma coisa totalmente necessária...
Adorei o texto. ^^
Beeijos!

Mandy disse...

Não somos as únicas...

=/

Adorei seu texto mocinha!!!!
Não gosto muito do passado, prefiro viver o presente...

BjO.

Camila disse...

Paulinha adoro seus comentários!
Muito obrigada.

Camilla, nem me fale da nostalgiaaaa!

Cá posta então mulher! Curiosidadeeeee

Dudu ainda bem que o passado passa!

Tamara infelizmente é verdade!

Mandy o presente é melhor mesmo... o problema é que o passado as vezes se faz presente.

BeijoooOOO
=]

Dantas disse...

tá linkada tb :p

LindaRê disse...

Não precisa do café.
O sol volta - sempre!

Bjs~~

LindaRê disse...

Não precisa do café.
O sol volta - sempre!

Bjs~~

Gabi disse...

"Espera que o sol já vem..."

Adoro momentos nostalgia... são eles que me elvam a viver melhor agora.
bjos

Salve Jorge disse...

Sobre o passado
Não há passo dado
Por mais mal firmado
Que possa ser refilmado
Mas nesse mundo moderno
É tudo perspectiva
Então nessa deriva
Que é a memória
Cada qual com sua história
Que só desce ao inferno
QUem aceita esse terno
E cede a vitória
Daquilo que fez
Achando que algo
Pode ser pela última vez

Vinícius Aguiar disse...

de fato... é muito triste pensar que o passado é irreversível, e pior, saber que nem sempre aprendemos com todas as nossas dores e com todos os erros tolos que um dia cometemos! não poder corrigir o passado é uma tamanha injustiça da vida, pois sempre parece que temos apenas uma chance... muito triste isso!
beijos!

David disse...

Se fosse facil esquecer o passado...para que existe mesmo??

Beijoo

Clecia disse...

Adorei o post, apesar da atmosfera sombria. Às vezes também fico assim nostálgica, olhando o passado e lembrando do que foi e até mesmo do que foi ruim. Bjos e tudo de bom!

Leonardo Werneck disse...

Muito bom teu texto. O passado vai embora qd ele deixa de ser importante pra nós

Lese Pierre disse...

Amei a visita!
Então vc gosta de escrer? Podemos nos juntar.rsrsrs....
Lindos seus textos.



Beijos

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Não dá pra modificar o que passou, mas se pode aprender com o passado. Veja-o pela janela, mas jamais se esqueça da porta do presente!

Beijos Ca!

Nadezhda disse...

Mas é tão difícil. pormeti várias vezes que esqueceria do passado. Mas ele aparece de vez enquando ainda, só pra me dizer que não morreu!

(Li o poema do post passado, gostei! Mas não consegui comentar).

;)

Olirum disse...

Não viva de passado, acabamos nos preocupando tanto com o que aconteceu que esquecemos de viver o presente e de planejar o futuro!!!

bjs

Diego disse...

Querendo ou não, ignorando ou não, buscando ou não, o passado sempre estará lá...

TIZIANO TESCARO communicator,Vicenza disse...

Hola Camilla saludos por Italia :-))

Dany disse...

lindíssimo o texto... fiquei emocionada! Juro! Acho que um dos seus textos que mais gostei até hj! Será que foi pq de alguma forma isso me fez lembrar algo, alguém?! Ou não, né?! Vai saber...
Bjs

daniel disse...

Mariana

Gostei do texto e conclui, que a noite é uma boa conselheira, como se diz.
Danial

Max Psycho disse...

Nãos e deve fechar a porta do passado, pois bem ou mal ele nos trouxe experiencias, devemos aprender com os erros do mesmo para não repeti-los, e tentar aumentar as coisas boas que aconteceram, o mais importante de tudo é viver o presente intensamente, pois o passado não volta e o futura não sabemos se chegará, bjus gata e parabéns pelo texto

Varda disse...

Ficou lindoo!!
*-*
Por mais,que as vezes queremos esquecer o passado e deixar essa janela p/ sempre fechada
acho importante abri-la[?]..
x]

Nina disse...

Hoje estou completamente nostálgica também! Inclusive postei sobre isso...

biazinha disse...

Uma vez escutei uma música que dizia que o passado é uma roupa velha que não nos serve mais, pode ser...mas não esqueça que ele é referencia e faz parte do processo de contrução pro momento atual.

Beijinho.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Camila. Lindíssimo texto. Mantenha essa porta entreaberta para poder dormir, sonhar e acordar com lembranças de um passado que fatalmente vai nos moldando para o nosso futuro.


"Vá rápido quando puder.
Vá devagar quando for obrigado.
Mas, seja, lá o que for, continue.
O importante é não parar!!!"
(A.D.)



Citius, altius, fortius (Mais rápido, mais alto, mais forte) - lema olímpico

É muita emoção!!
Bom fim de semana.

Beijos mil! :-)

Shelha disse...

sempre precisamos de um momento para ver o passado atravez d eum pequeno espaço. Dependendo de como lidamos com o que vemos atravez dele, teremos a resposta final.

Fechar a porta de vez.
Ahh, eu acho tão fácil, fechar.

Ana Rita disse...

A nostalgia, a nostalgia... :D

Cacau disse...

O passado sempre estará ali fora da janela, sempre o mesmo, apenas ganhando mais espaço. O que mudará é como vc o vê. Se ao abrir a janela e o ver sob um raio de sol lindo, ou sobre uma nuvem de chuva, mas pelo menos, nesse tempo, você pode mexer, você pode olhar seu passado sempre por um raio de sol se quiser, mas sempre haverá um no cantinho, que terá uma sombra.

beijos, belo texto

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Camila, seus caminhos são muito profundos. Sabe que temos algo que se chama "memória involuntária", aquela que vem quando a gente não quer, a que traz tristeza. E há a "memória voluntária", tão fácil de ser controlada, mas geralmente somos pegos pela primeira. E é dela, em suma, que o seu poema em prosa fala. Belo post, Camilinha, embora triste! Também eu, acabo de publicar um belo post feito a várias mãos, ou seja, vários colegas da Blogosfera contribuíram para esta postagem. Venha apreciá-lo.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Um beijo,
Renata

Carol disse...

Que linda Cá.
Cada dia que passo por aqui me surpreendo.

Obrigada por estar por perto! Mas era crise de carencia mesmo. Acho que uma TPM atrasada! rsrsrs

Se quiser conversar, estou por aqui tb. Anota ai o email... ecac80@gmail.com

Beijocas

Camila disse...

Amigos
Obrigada a todos pelos comentários, conselhos e idéias...
Beijo
=]

Ana Rita disse...

Fiquei a pensar neste teu texto, depois de o ter comentado...

E cheguei à conclusão que...

Tudo o que é eterno acaba connosco!

Boa semana...

Um beijo!

Camila disse...

Será que existe algo realmente eterno?
Nem sei, viu!
As vezes penso q sim!
As vezes penso q não!
=***

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design