25 de junho de 2008

Medo

"Ás vezes tenho vontade de ser eu mesma"
Simplesmente e verdadeiramente
De cara lavada e alma escovada
Nua
Limpa
Crua
Somente eu
Mas morro de medo
Medo dos julgamentos
Medo dos garotos
Medo do mar.
Medo de amar
Medo da sinceridade
Medo a reciprocidade
Ás vezes eu queria não ter vontade
Mas só as vezes...
Por Camila Fernanda

--------------------------------------
Amigos... ganhei mais um selo lindo e fofo, foi o Vinícius do
"Pensamentos e Realidades" quem me deu! Eu amei!
E o indico para meus amigos:

27 andarilhos:

Adriano DiCarvalho disse...

E como sempre, dizer, sem medo de errar, que adorei! Parabéns! Lindo!

Bjão.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Medo, este é o grande mal da humanidade querida amiga. Você conseguiu passar para sua arte de forma divina.adorei.
Fiz postagem nova, esta tem tudo a ver contigo. beijos

camila disse...

Oh Dri... que bom qe gostou!

MedooOOOO
Dá medo só de ouvir, ne Martha?!

Beijos
=)

Marcelo Martins disse...

Tenha medo não...
Só vale viver se formos o que somos.
Julgamentos sempre irão ocorrer, a questão é o quanto você se importa com eles.

Beijos

Adriano DiCarvalho disse...

Camila... Eu adorei o selo!!!
Muito, mas muito obrigado mesmo por ele, e sobretudo pelo o que ele representa viu!
E ah, já, já eu agradeço o presente devidamente lá no NOSSO LINK DIRETO.

Bjão.

Vinícius Aguiar disse...

Poético, simples e profundo... além de muito bonito, seu texto retrata com perfeição o sentimento de muitas pessoas no mundo atual... MEDO é a palavra que muitas vezes nos leva para longe da felicidade... a incerteza às vezes parece ser muito menos dolorosa que a decepção, mas por outro lado, viveremos sempre incertos e não conheceremos o gostinho daquela felicidade plena! Por isso, eu ainda prefiro o risco à incerteza!
Beijos e fica com Deus!

marden disse...

Esse daí parece muito com o "ad hoc" da Regina!

camila disse...

Marcelo eu arrisco... mas mesmo arriscando sinto medo!

Que bom que gosotu Dri!

Elogios vindo de você são muito prazerosos! Sentir medo é humano, neh! Eu morro de medo!

Acertou Marden, acho a Regina uma excelente poetisa e sempre me inspiro nos textos e poesias dela!
Só não me lembro se o nome do poema (da Regina) é esse mesmo. A maioria das coisas que escrevo vem das idéias e sentimentos vindos ápos eu ler/ver/ouvir algo.

Beijos meninos
=)

Zek disse...

Nossa me retratou direitinho moça... ja pensei mil vezes que o melhor muitas vezes é não ter vontade !!!!

mundo azul disse...

Ouse! Seja você mesma! Perceberá que serão ótimos os resultados...
É bonito o seu poema, Camila!
Quanto ao seu comentário lá no meu blog...Sinto muito!
Mas, há sempre um novo dia amanhecendo...Cheio de sol e flores frescas!
Beijos de luz!!!

Gusta Fernandes disse...

Oi...
Fiquei tímido com o Comentário!!!
(mas, adorei saber que sou apaixonante! e mais ainda que vale a pena correr o risco de virar lésbica e estar comigo)
Brigadu pelo carinho!!!
Sabe você também é bem apaixonante, e me fez pensar muito no seu comentario!!!
Acho que você também sabe conquistar muito bem! ;)

Beijooo!!!

P.S.: Tenha medo, mas, não deixe que ele seja maior que você.
Nunca permita que o medo impessa de ser você mesma e te reprima de alguma forma. O medo esconde quem verdadeira mente somos!

P.S.²: Adorei o selo!!!
Vou postar no meu blog agora mesmo!!! (não esse, o do post passado ok!)

Super beijo!

Camilla disse...

Eu queria poder não sentir medo e não sentir vontade também...

Texto lindo lindo, xará!!

Beijoo

Dany disse...

Medo é normal, faz parte da vida... cada passo que damos, é um risco que corremos, mas seja qual for o medo ou o risco, o importante é arriscar, sempre!
Beijos

TIAGO FERNANDES disse...

Não tenha medo das tempestades, apenas aprenda a guiar seu navio quando o mar estiver revolto! Boa sorte!

:: Daniel :: disse...

Dizem que os geminianos têm duas caras, mas não é verdade. Somos, na realidade, um caleidoscópio de sensações que está sempre rodando, rodando, até atingir um certo grau de aprendizagem. Como aprender é um exercício eterno, esse caleidoscópio não tem outra sina nesta vida a não ser girar, girar. Por isso, os muitos eus que habitam um corpo só. Mas eu por aqui costumo dizer aos amigos mais chegados: "Eu me contradigo porque sou muitos".

Beijos!!!

Marcela ツ disse...

Eeeeeeeeee!!!
Parabens pra vc tbm, Camila!
Aposto que mereceu!

Beijo

Camomila disse...

Ah! Camilinha! Acharemos! É só não termos medo! O medo nos afasta, nos faz perder o foco e a oportunidade de enxergarmos boas coisas na vida. E viva A Verdade!
Eu só esqueci de dizer no meu post, que estou adorando estar solteira, apesar dos pesares ;)
Beijocas, flor

jasmimdomeuquintal disse...

Não tenhas medo de ter medo, ás vezes faz crescer...
bj

camila disse...

Zek... é bom saber que há mais pessoas que compartilham meus medos.

Mundo... juro que eu tento!

GustavooOO num precisa ficar tímido naum, soh! Fique sussa! Só arrisquei. ;)

Camilla brigadão pelo elogio.

Dany tô tentando arriscar mais!

Tiago o mar é imprevísivel, neh... to aprendendo a controlar meu leme.

Daniel você me descreveu muito bem! "Não me contradigo porque sou muitas".

Marcela brigada querida!

Mila ficarei aqui torcendo... apesar de ter medo de achar.

Jasmim eu tô tentando não ter medo... ou pelo menos não tanto medo!

Beijos
=)

Negâ disse...

"Ás vezes tenho vontade de ser eu mesma" não deixes o medo te inibir, te fazer disistir...
Use o medo pra te dar coragem garra, vontade de vencer...
Sou sempre eu mesma... pago sempre muito caro por isso, mais nasci assim osto do que sou, não posso mudar pra agradar os outros, e me fazer triste...

:(

Beijoss

flávia. disse...

Algumas vezes, eu quero ser somente eu também. Mas aí percebo, que mesmo que eu não seja totalmente eu, acabo sendo parte de mim. E isso já é o bastante. ;D
brigaaada pelo comentário no meu blog! beijo

Carol disse...

Me preocupo demais com que os outros pensam e acabo tendo medo tb... precisamos vencer o medo... rs

AMEI o selinho!

Mto obrigada de verdade!

Olirum disse...

seus poemas são sempre os melhores, adorei esse.
ter medo as vezes pode ser uma virtude, não nesse caso.

Parabéns
bjs

Só Eu disse...

Camila. Ter medo, muitas vezes, é o conhecimento que nós temos sobre as nossas reações.
Assim, muitas vezes nem é mau de todo ter medo.
Gostei da tua reflexão poética.
Parabens
Beijinhos (sem qualquer espécie de medo...)

camila disse...

Negâ não é que eu mude... apenas não me mostro por completo!

Flávia concordo plenamente com você!

Carol esse é um grande problemas! Eu tbm sou assim! Que bom que gostou so selo!

Murilo que bom que gosta, mas confesso que não sou boa em poemas... apenas escrevo o que sinto.

Só você me faz pensar direito! Obrigada!

Beijos
=)

Daniel disse...

Lindo o que vc escreveu A.L! Conheço muito esse medo também, mas se conseguir aos pouquinhos, com paciência e cuidado, ir se desnudando; garanto-te que não te arrependerias. *.*

camila disse...

És um belo conselho P.G.!
Tentarei assim... por camadas me desnudar.
Beijo
=)

 

Caminhos de Camila Template by Ipietoon Cute Blog Design